Expeditions; Rome

O que seria um jogo sobre as legiões romanas sem uma mecânica de cerco? Um jogo incompleto, um jogo peculiar? Na minha experiência com Expeditions: Rome, um jogo tremendamente difícil. O vídeo divulgado nesta terça-feira (18) mostra uma pequena parcela do que são os cercos no híbrido de RPG com combate em turnos.

O vídeo de pouco mais de dois minutos explica as diferentes fases de um cerco no game. Você precisa escolher uma equipe que irá comandar o ataque frontal e uma equipe secundária que irá sabotar ou realizar ações específicas para facilitar a tomada da cidade. Em ocasiões específicas pode haver uma terceira equipe no comando de catapultas ou da retaguarda.

A minha experiência com os cercos de Expeditions: é, no mínimo, bastante diferente. Cada personagem que você escolher para fazer parte do cerco precisa ser meticulosamente avaliado, pois não há momentos de “descanso”. Um cerco pode durar entre uma a três horas dependendo da dificuldade.

Um ótimo exemplo é o cerco do segundo ato na África, onde força principal não pode avançar antes que duas pontes sejam destruídas. Um deslize meu me fez escolher as unidades com poucos pontos de movimento (tais pontos são determinados pelo peso da armadura e classe) para essa tarefa. Resultado? Tive de refazer a missão duas, três, quatro, sabe lá quantas vezes.

Abro espaço também para comentar sobre a excelentíssima IA de Expeditions: Rome. Embora eu ainda não tenha completado o jogo (mas estou relativamente perto de), ela me continua a surpreender. Tome cuidado dos seus flancos, saiba usar itens táticos como tochas ou estrepes e talvez, talvez você saia vitorioso do combate. Quem estiver interessado em mais detalhes sobre a IA, recomendo ler o diário de desenvolvimento no site oficial.

Expeditions: Rome sai em 20 de janeiro no PC e vale lembrar que uma demo de 4h está disponível. Todo o progresso pode ser transferido para a versão final.

Espere a nossa crítica de Expeditions: Rome em breve, mas já adianto que estou adorando o que a Logic Artists conseguiu atingir com essa versão.

Veja como funciona os cercos em Expeditions: Rome

About The Author
- Ex-colaborador da EGW e redator para o BABOO. Tento constantemente entender sistemas e relacioná-los às emoções e reações que sentimos nos jogos.