Para um wargame de nicho e um jogo que cujo o original teve apenas dois DLCs, eu fico impressionado no quanto a 2×2 Games se esforça em diversificar o conteúdo de Unity of Command 2. Onde o último DLC se focou no contra ataque de Moscou, o próximo – Stalingrad, previsto para 15 de novembro – trará uma campanha de 15 cenários sobre a ofensiva “Fall Blau” (Caso Azul) e a campanha no Cáucaso.

Historicamente a campanha seria uma continuação da operação Barbarossa e tinha como intuito assegurar linhas de suprimentos para a Alemanha Nazista. A operação começou em junho de 1942 e acabou em novembro de 1942.

Os cenários representados no DLC Stalingrad são compostos do início da operação Fall Blau, o contra-ataque soviéticio e a terceira batalha de Kharkov. Além disso a 2×2 Games incluirá uma campanha anistórica do que aconteceria se as forças alemãs tivessem se focado exclusivamente na região do Cáucaso.

E, como é de se esperar dado os últimos DLCs, novas unidades já foram confirmadas. Dentre elas estão o tanque T-60, o M3, o T-34/76 e unidades motorizadas da infantaria italiana. A desenvolvedora também promete que o DLC trará a IA mais “difícil” para Unity of Command 2 até então.

Olha, se eu penei horrores para completar o DLC “Moscow” e tive que diminuir a dificuldade para “fácil”, e ainda assim eu apanhava horrores em certos cenários. Não quero nem ver o que me espera em Stalingrad.

O preço do DLC ainda não foi divulgado, mas se seguir o mesmo caminho dos outros, espere algo em torno de R$14,49.

Veja mais imagens de Unity of Command 2: Stalingrad abaixo:

Stalingrado é tema do novo DLC de “Unity of Command 2”

About The Author
- Ex-colaborador da EGW e redator para o BABOO. Tento constantemente entender sistemas e relacioná-los às emoções e reações que sentimos nos jogos.