The Pioneers

“Lucas, você não está cansado desses jogos de sobrevivência / construção agora que Dwarf Fortress está no Steam?”. Veja bem caros leitores, sim e não. Embora eu adore o jogo da Bay 12 Games, acredito que há espaço para outras ideias e, “The Pioneers: Surviving Desolation” da Supercube – previsto para lançamento em 20 de janeiro em Early Access – é uma delas.

O título de estreia da desenvolvedora francesa coloca você no controle de três sobreviventes da espaçonave “Io-1”. Um nome não muito criativo, mas considerando que a espaçonave estava a caminho da lua Io, quebra o galho.

Embora os motivos para o desastre não tenham sido revelados pela Supercube, sua tarefa será reconstruir uma base do zero, sobreviver, coletar materiais, transformá-los em equipamento e tentar encontrar uma maneira de voltar para a Terra.

Ao que dá a entender, “The Pioneers: Surviving Desolation” segue um estilo muito mais “intimista” do que tantos outros jogos do gênero. A Supercube já apontou que não pretende expandir o game para acomodar múltiplos sobreviventes ou equipes de resgate e se focar mais na interação entre os personagens e a adição de múltiplos perigos na lua de Júpiter.

Uma decisão maravilhosa a meu ver, pois eu sinto que quanto mais personagens, mais o jogo perde a sua identidade. Recentemente eu completei uma partida de “Rimworld” onde minha colônia tinha crescido para mais de 20 habitantes. Quem eram eles? Mal sabia seus nomes, apenas sabia se eles estavam me dando dor de cabeça ou não.

Nem todo jogo precisa ter a complexidade de “Dwarf Fortress” e “The Pioneers: Surviving Desolation” pode preencher um vazio neste subgênero que ainda está presente desde que eu cansei um tanto de “Rimworld”.

Descobrirei mais em 20 de janeiro.

Por ora, fique com as imagens mais recentes e o trailer de lançamento do game. Preço no Brasil ainda não foi divulgado

Sobreviva na lua de Júpiter em “The Pioneers: Surviving Desolation”

About The Author
- Ex-colaborador da EGW e redator para o BABOO. Tento constantemente entender sistemas e relacioná-los às emoções e reações que sentimos nos jogos.