Do criador de Ultima, Shroud of The Avatar chega no Steam

Com quase dois milhões em contribuição para o Kickstarter, Shroud of The Avatar, o mais novo game de Richard Garriot, criador de Ultima, chega ao Steam Early Access nesta segunda (24).

Shroud of The Avatar mistura elementos de RPGs de primeira pessoa com MMOs. A desenvolvedora promete uma campanha de mais de 40 horas que pode ser jogada sozinho ou em um mundo online.

Ao contrário de outros RPGs, ele busca usar um sistema onde não existem classes, mas sim 20 árvores de habilidade. Estas, definirão como o seu personagem irá reagir perante diferente conflitos, sejam armados ou não.

Assim como em Ultima Online, toda a economia do jogo é gerenciada pelos jogadores. Das poções aos equipamentos, tudo é feito por jogadores e vendidas nas lojas criadas por eles. Sendo assim, a possibilidade de ter a sua própria casa e mobiliá-la também será inclusa na versão final.

Shroud of The Avatar

Pelos vídeos lançados até agora, o game está nos primeiros estágios de um alpha. Após o lançamento no Steam Early Access que os servidores ficarão ligados quase 24h por dia. Vale apontar que não é preciso ter uma conexão constante com os mesmos.

Para garantir o seu espaço no alpha, Shroud of The Avatar oferece no site oficial um pacote de US$ 45, que dá direito a jogar a partir de agora e o primeiro de cinco episódios com conteúdo para o game. Caso queira comprar todos os episódios, terá de desembolsar US$ 135. Você também pode comprar um castelo virtual por US$ 3500. Não recomendo, porém.

Como um grande fã de Ultima VII e Ultima VIII, tenho muito interesse em Shroud of The Avatar. Em contrapartida, os últimos games de Richard Garriot (Ultima IX, Tabula Rasa) foram muito abaixo do esperado. Ele me traz uma sensação de RPG dos anos 90 para PC, ou seja, muitos sistemas, complexidade, mas no fim pouco polido. Espero que não seja o caso.

Confira dois vídeos e mais imagens de Shroud of The Avatar abaixo.

Do criador de Ultima, Shroud of The Avatar chega no Steam

About The Author
-

Ex-colaborador da EGW e redator para o BABOO. Tento constantemente entender sistemas e relacioná-los às emoções e reações que sentimos nos jogos.