Regiments

Levando em conta o quão “pouco” conteúdo havia na versão de teste do RTS “Regiments”, estou um tanto surpreso da MicroProse anunciar que o game de estratégia da Bird’s Eye Games estará disponível a partir de 16 de agosto via Steam. Preço no Brasil ainda não foi divulgado.

Devo apontar, caro leitor, que eu não menciono a “falta de conteúdo” em um sentido de má fé, mas sim para salientar o quanto a Bird’s Eye Games está apostando que quatro facções – EUA, União Soviética, Alemanha Oriental e Ocidental – e suas respectivas campanhas dinâmicas serão suficientes para saciar a vontade dos jogadores.

Bom, saciou um tanto a minha vontade ao menos no teste beta por conta da facilidade de micro gerenciamento em comparação com gigantes como WARNO (que nem campanha ganharam ainda) e umas inclusões bem interessantes para sistemas de defesa terrestres. Tais sistemas, como minas e bunkers podem ser a carta na manga de “Regiments” em relação a outros jogos que tentam evocar o período da Guerra Fria em maior escala.

Até agora a Eugen Systems não falou nada sobre a inclusão dessas mecânicas, e “Broken Arrow” da Slitherine e da Steel Balalaika liberaram apenas fotos promocionais. Ao menos eu tive a chance de jogar “Regiments” e sei muito bem que o uso de manobras táticas bem pontuadas e sincronizadas são o diferente entre a vitória e derrota nos mapas.

Seja como for, vocês terão uma crítica minha de “Regiments” ainda este mês. Isto é, se eu não ficar doente de novo ou nada catastrófico acontecer na minha vida… de novo.

Por ora, fique com o teaser trailer mais recente:

RTS “Regiments” chegará na metade de agosto

About The Author
- Ex-colaborador da EGW e redator para o BABOO. Tento constantemente entender sistemas e relacioná-los às emoções e reações que sentimos nos jogos.