Age of Darkness

Entendo muito bem a crítica e o receio de comprar jogos em acesso antecipado, mas acompanhar a progressão de “Age of Darkness: Final Stand” de um mero “clone de They Are Billions” para um jogo de estratégia com uma identidade própria tem sido nada mais, nada menos do que fascinante. A sua última atualização (0.8) lançada nesta semana, dá um baita prosseguimento ao processo.

Uma das principais diferenças entre “Age of Darkness: FinalStand” e outros jogos de estratégia / sobrevivência em horda é a ênfase em ser mais ativo no mapa e o seu sistema de facções. Até então só a exploração do mapa tinha sido implementada propriamente. A partir da nova atualização, certas facções e heróis tem acesso a tropas ou habilidades específicas.

O melhor exemplo é o “Cultist” dos “Volatists”. As unidades são as mais baratas de “Age of Darkness” e muito úteis para exploração, mas use-as para defender a sua base e você acabará picadinho em minutos.

Além das novas unidades que podem ser encontradas na lista completa de alterações, a equipe da PlaySide trouxe mais uma repassada no balanceamento para deixar “Age of Darkness” menos brutal. Bom, talvez isso signifique que eu não morra nas duas primeiras noites, mas não posso garantir nada.

Se você tem o jogo no Steam e não joga há um bom tempo, recomendo dar outra chance a ele.

RTS “Age of Darkness: Final Stand” recebe novas unidades e mudanças nas facções

About The Author
- Ex-colaborador da EGW e redator para o BABOO. Tento constantemente entender sistemas e relacioná-los às emoções e reações que sentimos nos jogos.