King Arthur

Em nota, a Neocore Games anunciou que o seu RPG tático, King Arthur: Knight’s Tale, atualmente disponível em acesso antecipado no Steam, será lançado oficialmente em 26 de abril, quase um mês depois da data original (29 de março).

De acordo com a desenvolvedora, o tempo adicional será usado para refinar diálogos, dublagem (se você espera esse jogo em português, pode esquecer), e refinamentos nos capítulos finais do jogo e correção de bugs.

Considerando que ainda estamos em meio a uma pandemia e a Neocore não tem lá o melhor histórico de lançar jogos que rodam bem em todo tipo de sistema, eu fico mais do que contente com essa decisão. Todavia, manter a versão de acesso antecipado com apenas o primeiro ato do jogo – que dura por volta de 5 a 8 horas dependendo do grau de dificuldade – é um tiquinho decepcionante. Sei que é pedir muito já que atualizar duas “versões”, além de uma versão interna é trabalhoso, mas bem que ela poderia liberar pelo menos o segundo ato.

Faz um certo tempo desde a última vez que joguei King Arthur: Knight’s Tale, mas a interpretação da lenda do Rei Arthur pela Neocore é um tanto cativante. Os sistemas de combate são robustos e a dificuldade – ao menos na época – estava no ponto certo para quem gosta de uma boa dose de desafio.

Como todos os outros jogos da Neocore, uma versão para PlayStation 5 e Xbox Series S / X está em desenvolvimento, mas não tem data definida.

Os dois últimos vídeos lançados pela desenvolvedora dão uma boa noção do que esperar de King Arthur: Knight’s Tale em relação ao seu sistema de classes e o que acontece após completar a campanha:

RPG “King Arthur: Knight’s Tale” é adiado para abril

About The Author
- Ex-colaborador da EGW e redator para o BABOO. Tento constantemente entender sistemas e relacioná-los às emoções e reações que sentimos nos jogos.