Floodland

Eu evito ser “negativo” quando vejo o anúncio de um jogo. Mas depois do trailer e as primeiras imagens de “Floodland” da Vile Monarch — previsto para sair em 15 de novembro via Steam e GOG — eu me questiono se sou eu que estou cansado de jogos “pós-apocalípticos” ou o tema está muito próximo da realidade do que eu gostaria.

Publicado pela Ravenscourt, o jogo dá você o objetivo de reconstruir uma cidade após os níveis dos oceanos subirem para níveis insustentáveis. A jogabilidade em si e parecida com a de “Surviving the Aftermath” ou “Endzone: A World Apart”; você precisa reaprender os conceitos básicos de agricultura, liberar novas tecnologias e atender as demandas dos seus cidadãos.

A pitada “especial” da Vile Monarch é adicionar uma camada extra de leis e decisões que inevitavelmente vai causar tensões entre diferentes grupos da sociedade. Muito me surpreende que este sistema – visto com mais proeminência em “Frostpunk” – não foi utilizado por mais empresas.

Irei jogar “Floodland” no lançamento? Mas você não tenha dúvida disso, afinal eu sou pago (bem… não sou tão bem pago, mas você sempre pode ajudar o site via Ko-fi ou Pix) para isso. Ao menos as primeiras imagens e o trailer apresentam uma boa interface e belos visuais.

Reconstrua uma cidade em “Floodland” da Vile Monarch

About The Author
- Ex-colaborador da EGW e redator para o BABOO. Tento constantemente entender sistemas e relacioná-los às emoções e reações que sentimos nos jogos.