Railgrade

O que seria do Hu3Br sem uma nota semanal sobre algum jogo de trem? Nada, eu diria. O título da vez é Railgrade da Minakta Dynamics, que entrou em pré-venda via Epic Games Store e Nintendo eShop a partir de R$55,80. O lançamento está previsto para 29 de setembro.

Apresentado pela primeira vez em junho deste ano, Railgrade encarrega você a estabelecer e administrar uma ferrovia para transportar matéria-prima e bens em um planeta que está em processo de colonização. O jogo conta com uma campanha composta por 50 missões, missões secundárias e obviamente um modo sandbox.

Um dos aspectos mais interessantes de Railgrade em relação a outros jogos de trens que vi por aí está não só no uso de uma cadeia logística mais complexa como também a possibilidade de estabelecer trilhos suspensos. Esta é a primeira vez ao menos nos últimos dois anos que eu vejo um game sobre logística e trens utilizar essa mecânica.

Eu fico igualmente empolgado e preocupado em como ele irá funcionar na prática. Para muitos, um dos maiores empecilhos em estabelecer cadeias logísticas eficazes são os sistemas de sinais – que mesmo nos melhores jogos do gênero, carecem de um bom tutorial. Um sistema de sinais em conjunto com um sistema de trilhos suspenso é uma aposta ambiciosa que espero que dê certo.

Também estou curioso em ver como o jogo se sai no Nintendo Switch. O último jogo do gênero – Railway Empire – foi um ótimo port, mas não contava com a quantidade de trens ou a “fidelidade visual” de Railgrade. Aliás, se tem uma qualidade clara, é a sua estética que mistura elementos futuristas e industriais.

Com sorte, publicarei a minha opinião sobre a versão de PC e a versão Nintendo Switch. Por ora, fique com o mais recente trailer de anúncio e um vídeo onde a desenvolvedora entra em mais detalhes sobre a construção das cadeias logísticas.

“Railgrade” entra em pré-venda no PC e Switch

About The Author
- Ex-colaborador da EGW e redator para o BABOO. Tento constantemente entender sistemas e relacioná-los às emoções e reações que sentimos nos jogos.