Queen's Wish 2

Eu não sei o porquê de eu achar que eu não vou cobrir um RPG da Spiderweb Software. Toda vez que a desenvolvedora anuncia a data de um de seus jogos eu vou: “Ah, mas é quase sempre a mesma coisa, tem pouca inovação, etc”. A verdade é que são CRPGs confortáveis para mim. “Queen’s Wish 2: The Tormentor”, que foi confirmado para 24 de agosto via Steam e GOG sem dúvida está na lista. Preço no Brasil não foi divulgado.

Ainda que eu não tenha sido o maior fã do primeiro jogo da nova franquia da Spiderweb, “Queen’s Wish 2” aparenta ao menos evoluir a premissa de conquistar e tomar fortes. O novo cenário de terras mais violentas e constante luta por território (com a típica pitada de colonialismo que “Queen’s Wish” nunca irá arrancar de si), garantem ao menos que as suas fortalezas tentarão ser tomadas pelo inimigo do que serem apenas um gigantesco hub para NPCs.

Fora isso, “Queen’s Wish 2” é, como disse, um CPRG “seguro”. O sistema de batalhas em turnos está de volta, novos personagens – com sorte melhor escritos do que o último jogo – te acompanharão na exploração e a interface recebeu poucas mudanças.

Mas, bem, essa é a marca da Spiderweb Software: “Não mexa no que não está quebrado”. Ainda acho uma pena a desenvolvedora ter escolhido “Queen’s Wish” como o seu próximo projeto do que o remake do fantástico “Geneforge 2”. A franquia “Geneforge” ainda é de longe a mais inovadora e interessante da Spiderweb Software e me entristece o quão pouco ela é reconhecida pelo público em geral.

Bem, com sorte teremos um “Geneforge 2” lá para 2030 ou algo do tipo. A série inteira? Creio que nem a Spiderweb sabe.

Por ora, fique com o trailer de anúncio e mais imagens de “Queen’s Wish 2: The Tormentor”:

“Queen’s Wish 2: The Tormentor” está previsto para 24 de agosto

About The Author
- Ex-colaborador da EGW e redator para o BABOO. Tento constantemente entender sistemas e relacioná-los às emoções e reações que sentimos nos jogos.