Surviving the Aftermath

Pelo visto a IceFlake Studios notou que as similaridades com o seu “concorrente” Endzone – A World Apart estavam um tanto demais e começou a dar passos para mudar isto. O primeiro deles foi dado nesta quinta-feira (7) com a atualização “Law and Order” para Surviving the Aftermath.

A atualização expande as mecânicas de combate introduzidas na atualização anterior, e faz com que o gerenciamento da colônia fique ainda mais complexo. Colonistas agora podem sofrer de má nutrição, se tornarem hostis contra outros por estarem estressados, eventos especiais, ou até criarem pequenas facções.

Para combater isso o jogo recebe guardas, um sistema de patrulhas internas e postos de patrulha. Os guardas também podem ser usados para combater monstros que aparecem dentro da sua colônia.

De todos os sistemas listados nas patch notes de Surviving the Aftermath, o de má nutrição ironicamente é o mais ambicioso. Surviving Mars — seu antecessor espiritual — não chegou a esse ponto de complexidade e eu senti que faltou esse toque. Imagine ir para Marte e sobreviver comendo só alface. Nem mesmo uma opção vegana tinha, poxa. Ao menos separar em três grupos distintos como a IceFlake em Surviving the Aftermath faz adiciona uma tão necessária camada extra de micro gerenciamento.

O game continua em acesso antecipado na Epic Games Store e será lançado posteriormente no Steam.

Guardas, colonistas hostis e mais na sétima atualização de Surviving the Aftermath

About The Author
- Ex-colaborador da EGW e redator para o BABOO. Tento constantemente entender sistemas e relacioná-los às emoções e reações que sentimos nos jogos.