Ravenbound

O termo “Roguelite” me assusta, ainda mais acompanhado de um jogo de mundo aberto. Estou acostumado com esses sistemas serem mais presentes em roguelikes clássicos. Todavia, se tem uma desenvolvedora que pode fazer isso acontecer é a Systemic Reaction de “Generation Zero” no seu recém-anunciado RPG “Ravenbound”.

Ainda sem data prevista para lançamento, o sistema de “Ravenbound” é um tanto quanto interessante. Ao invés de usar uma metaprogressão direta como tem sido visto nos últimos anos, o jogador “renasce” e escolhe um conjunto de cartas que aumentam seus atributos ou adicionam novas habilidades. Uma implementação muito boa desse sistema ocorreu em “Cult of the Lamb” e vejo um potencial enorme para ele ser expandido pela Systemic Reaction.

O que realmente me deixa com o pé atrás e o sistema de combate. A Systemic Reaction refinou muito bem o combate em “Generation Zero”, mas agora estamos falando de um RPG com combate corpo-a-corpo e as chances de darem errado são altíssimas. Torço para o contrário, mas estou mais do que disposto a dar uma chance a “Ravenbound”.

Veja o trailer de anúncio abaixo:

Equipe de “Generation Zero” anuncia o RPG “Ravenbound”

About The Author
- Ex-colaborador da EGW e redator para o BABOO. Tento constantemente entender sistemas e relacioná-los às emoções e reações que sentimos nos jogos.