Primeiro imagine um jogo como Factorio ou Satisfactory, agora pense “e se aumentarmos o escopo dele para o tamanho de uma galáxia, o que acontece?”. O que acontece é que você tem em mãos o Dyson Sphere Program dos chineses da Youthcat Studio, que foi disponibilizado em Early Access nesta quinta-feira (21) por R$49,37.

Eu não exagero quando faço esta comparação, aliás foi esse um dos principais motivos pelo qual ele teve um Kickstarter tão bem sucedido em 2020. Em suma você controla o mecha Icarus e tem como objetivo construir a “Esfera de Dyson”, a megaestrutura que foi teorizada nos anos 50 como capaz de capturar uma estrela e usar a sua energia.

Para completar tal objetivo vai ser necessário preparar toda uma linha de produção e logística entre diversos planetas. Alguns deles poderão ter apenas alguns dos recursos que você precisa, enquanto outros podem se tornar bases para construção de outros mechas que te ajudarão no que tudo indica ser um longo e complexo processo.

De acordo com a Youthcat Studio, a versão Early Access de Dyson Sphere Program já possui todas as mecânicas-base dos jogo: construção, diferentes tipos de planetas, uma árvore de tecnologias, linhas de produção e logística e um modo sandbox. A expectative é que ele fique ao menos ainda um ano em desenvolvimento para a inclusão de mais tecnologias, personalização de mechas e a inclusão de monstros e outros tipos de desafios.

Ainda não tive tempo nem oportunidade de jogar Dyson Sphere Program, mas se ele já conter tudo isso que foi prometido pela Youthcat, sem dúvidas vai ser um dos jogos “Early Access” mais recheados de conteúdo que eu já vi. Resta saber se esse conteúdo é bom.

“Dyson Sphere Program” entra em Early Access

About The Author
- Ex-colaborador da EGW e redator para o BABOO. Tento constantemente entender sistemas e relacioná-los às emoções e reações que sentimos nos jogos.