Dominance

Muitos sabem que eu não tenho o costume de fazer cobertura de battle royales. O gênero tende a me deixar entediado com seus mapas gigantes ou sua monetização agressiva. “Dominance” da Stage23 é uma grande exceção por conta do seu estilo ligeiramente “bullet hell”, por contar com servidores no Brasil em, mesmo em acesso antecipado via Steam, apresentar uma base sólida.

Quem jogou “Eternal Return” antes de infelizmente fecharem os servidores brasileiros vai se habituar muito bem em “Dominance”. Explore uma cidade em ruínas, obtenha novos equipamentos e use habilidades para derrotar os seus inimigos. As partidas são ágeis e ainda há a possibilidade de “ressuscitar” caso morra em early game.

Das poucas partidas que joguei desde que os servidores foram abertos nesta quinta-feira (12), devo dizer que estou bastante contente tanto com o conteúdo quanto o dinamismo de “Dominance”. Embora ele ainda tenha a “mania” de outros Battle Royales de separar os jogadores em equipes de três e eu prefira jogar solo, o mapa é pequeno o suficiente para cada um seguir sua rota e depois, caso queiram, unirem forças para derrotar os oponentes.

A monetização em si não me aparenta tão predatória. A maioria dos itens são cosméticos e não há nada que te faça você um jogador melhor além de, bem, treinar e treinar e aprender os melhores pontos do mapa para começar uma partida.

Depois de (finalmente) jogar Fortnite e ver o quão…. desinteressante ele pode ser. Estou mais do que instigado em continuar a jogar “Dominance” pelas próximas semanas. Vamos ver como o jogo irá evoluir durante o período de acesso antecipado.

Veja o trailer e mais imagens do jogo abaixo

Battle Royale “Dominance” entra em Early Access

About The Author
- Ex-colaborador da EGW e redator para o BABOO. Tento constantemente entender sistemas e relacioná-los às emoções e reações que sentimos nos jogos.