Out There: Oceans of Time

Atraso ali, atraso acolá, coisas que acontecem no desenvolvimento de um jogo. Mas, uma hora isso chega ao fim e é o caso de “Out There: Oceans of Time” da Mi-Clos Studios, que está à venda no Steam por R$47,49.

O jogo, que começou com fortes elementos de “roguelike”, agora é mais um adventure com uma baita ênfase na narrativa e gerenciamento de recursos. A história começa com você na pele da capitã Nyx transportando um ser para uma prisão espacial, mas após um ataque surpresa, perde sua nave e acaba à deriva.

A partir daí você precisa explorar planetas, setores, coletar suprimentos e encontrar naves para descobrir quem foi que te atacou, criar relações com outros alienígenas e – com sorte – recrutá-los para sua equipe.

Do que eu joguei até então, “Out There: Oceans of Time” é um excelentíssimo trabalho da Mi-Clos e fico bem feliz que eles mudaram a direção do projeto. Dá para notar que ele foi feito para ter a sua história apreciada em primeiro lugar e outros departamentos são secundários.

Isso não quer dizer, é claro, que a jornada até o final vai ser fácil. Preste bastante atenção nos seus recursos e que tipo de nave você escolhe para não ficar sem combustível. Digo por experiência própria.

Veja o trailer de lançamento abaixo:

Adventure “Out There: Oceans of Time” está disponível no PC

About The Author
- Ex-colaborador da EGW e redator para o BABOO. Tento constantemente entender sistemas e relacioná-los às emoções e reações que sentimos nos jogos.