Midboss

Como apontei em meu texto sobre jogos deste ano que merecem mais amor, Midboss – o roguelike onde você controla um demônio capaz de possuir outros seres – é um daqueles títulos que te marcam por conta das mecânicas e jogabilidade. A atualização 1.2, lançada na última semana, faz o ato de jogá-lo ainda mais agradável.

Muitas mudanças estão relacionadas a facilitar a vida do jogador. Agora é possível aumentar o espaço do inventário com o uso de scraps – resquícios de itens destruídos –  e também foi adicionado uma barra de itens com atalhos, o que reduz a quantidade de vezes necessária para acessar o inventário e usar uma poção, por exemplo.

Já para quem é novo no mundo dos roguelikes, a desenvolvedora Kitsune Games facilitou com a inclusão de um modo 1UP – que dá cinco vidas – e um modo narrativa, que reduz a dificuldade do combate e remove o permadeath.

Tanto eles como o modo tradicional incluem três novas opções de duração: quick, standard e extended. Para quem já possui o game, o extended é o equivalente ao modo original, enquanto Standard é um meio termo entre os dois e – obviamente – quick, o mais rápido de todos.

A lista completa de mudanças não para por aí e vai para novas habilidades, ajustes em poções e inúmeras outras coisas. Recomendo dar uma passada no fórum do Steam para a lista completa.

A ideia que você tem de fazer possessão de outros seres adiciona um imenso dinamismo a Midboss, pois os atributos do jogador não são exatamente fixos. Ao possuir um zumbi, o jogador pode assumir uma atitude defensiva –  ou até agressiva caso tenha o equipamento necessário – enquanto estar no corpo de um rato ou um morcego requer cautela, pois os atributos de força e vitalidade são consideravelmente reduzidos.

O trailer de lançamento dá uma ótima noção do que é o jogo e, novamente, não posso deixar de recomendar o suficiente.

Versão 1.2 de Midboss traz novas habilidades e modos de jogo

About The Author
-

Ex-colaborador da EGW e redator para o BABOO. Tento constantemente entender sistemas e relacioná-los às emoções e reações que sentimos nos jogos.