Western Front

De tantos frontes subutilizados em jogos, a Primeira Guerra Mundial certamente passou relativamente batida desde meados dos anos 2000 no cenário de estratégia. A Petroglyph e a Frontier Developments aparentemente querem mudar isso com o recém-anunciado “The Great War: Western Front” em 2023 no PC.

Podendo ser jogado do ponto de vista das nações aliadas ou das ptências centrais, o jogo vai funcionar em duas camadas: operacional e tática. Na primeira você distribui recursos, inicia pesquisas para “desbloquear” novas unidades e escolhe quais áreas do mapa atacar. A segunda é onde a ação ocorre, e de acordo com a Petroglyph os mapas terão um sistema de persistência de trincheiras, bunkers e serão influenciados pelo clima.

Considerando que até então a Petroglyph trabalhou em jogos de estratégia com uma cadência muito mais “rápida” como o remaster de Command & Conquer, 8bit Armies, eu estou muitíssimo curioso para ver como ela vai lidar com o ritmo mais lento da Primeira Guerra Mundial. Além disso, pelo visto a ideia de camadas operacionais realmente é o “futuro” para jogos de estratégia em tempo real. “The Great War: Western Front” é só este ano o terceiro jogo – junto com “Company of Heroes 3” e “Regiments” a apresentar esse sistema.

Se ele funcionará ou não, irei descobrir ano que vem.

Veja o trailer de anúncio e mais imagens de “The Great War: Western Front” abaixo:

“The Great War: Western Front” é o novo RTS da Petroglyph

About The Author
- Ex-colaborador da EGW e redator para o BABOO. Tento constantemente entender sistemas e relacioná-los às emoções e reações que sentimos nos jogos.