World in Conflict

Para muitos a Massive pode ser conhecida principalmente como a desenvolvedora de The Division, mas para outros – principalmente fãs de estratégia – ela foi a criadora do ambicioso World in Conflict. Lançado originalmente em 2007 e com seus servidores desativados em dezembro de 2015, a então pequena comunidade se juntou e desde meados deste ano reestabeleceu novos servidores pelo um novo Massgate – nome dado ao portal usado pelo game para partidas e tabelas de liderança.

A importância do retorno do multiplayer não vem apenas da oportunidade de que novas pessoas testem o seu ambicioso e, muitas vezes, caótico multiplayer para 16 jogadores; ele era também a base para partidas contra a IA.

A versão Complete, à venda no GOG, dá acesso anteriormente apenas a campanha do jogo base e a expansão Soviet Assault. Agora com novos servidores, o que era essencialmente um jogo “pela metade” pode ser apreciado em sua plenitude.

O processo de instalação é bem simples caso tenha versões GOG ou Steam. Um instalador, disponível no site oficial, faz o trabalho todo e ajusta tanto o executável quanto os arquivos necessários para conectar aos novos servidores. Vale apontar que não há nenhum vírus e o instalador não altera qualquer tipo de arquivo importante do computador.

Feito isso, basta acessar o jogo, clicar em Multiplayer, criar uma nova conta com Usuário e senha. Caso não veja os servidores, se certifique de que todas as opções estão marcadas como No Filter. Duvidas adicionais podem ser possivelmente respondidas pelo FAQ (em inglês).

Mesmo depois de dez anos de seu lançamento e com nomes de peso como a série Wargame, o multiplayer de World in Conflict ainda permanece intocável. Uma mistura de caos, habilidades específicas para cada unidade e muitas, mas muitas explosões, fazem ele ser igualmente acessível sem perder as qualidades de complexidade tão buscadas pelos entusiastas.

Vídeos da época não fazem jus ao caos que pode se tornar uma partida, porém recomendo um mais recente, de um 4vs4 no mapa Farmland:

Multiplayer de World in Conflict é reativado pela comunidade

About The Author
-

Ex-colaborador da EGW e redator para o BABOO. Tento constantemente entender sistemas e relacioná-los às emoções e reações que sentimos nos jogos.