Após quase um ano em beta, a versão 1.0 do MechWarrior Online foi disponibilizada nessa semana. O título é free-to-play, isso significa que qualquer um pode acessar seu site oficial, criar uma conta e começar a explodir o BattleMech dos outros.

O jogo se passa num futuro distante, mais especificamente no ano de 3051. Uma guerra interestelar está ocorrendo e MechWarrior Online te coloca no comando da máquina de guerra mais poderosa já inventada, o poderoso BattleMech.

Versão 1.0 do MechWarrior Online

 

Os jogadores além de terem a oportunidade de estragar o dia de outros pilotos, ainda podem fazer isso com o seu Mech completamente personalizado. MechWarrior Online oferece opções para todos os gostos; é possível aprimorar os sistemas, as armas e as defesas da sua máquina. Isso concede ao jogador a possibilidade de montar estratégias de acordo com a sua vontade através da composição do Mech. Um ponto extremamente positivo no game.

A experiência online recompensa tudo que o jogador fizer com pontos de experiência, destraváveis e reconhecimento.

Joguei um pouco na época do closed e open beta. A Piranha Games fez algumas mudanças que não me agradaram, como a inclusão de uma visão em terceira pessoa. Pelo o que pude notar dessa versão 1.0, algumas das opções mais avançadas para veteranos agora estão de volta, creio que agradará a comunidade.

Ele mal lançou e já está dando um passo em direção ao mundo competitivo, assunto que pessoalmente me agrada muito. No dia 26 de Setembro, quinta-feira, acontecerá o primeiro campeonato do jogo. Os fãs da franquia poderão assisti-lo às 18h no twitch.tv.

Para mais informações, segue o site oficial de MechWarrior Online e confira o trailer de lançamento abaixo.

Versão 1.0 do MechWarrior Online está disponível

About The Author
- Estudante de engenharia que tem como principal hobby os jogos de estratégia competitivos e os títulos que são fáceis de entender mas difíceis de dominar. Jogo desde que um computador entrou pela porta da de casa e, apesar de já ter passado pela fase dos consoles da Sony, está claro que o PC é minha preferência insubstituível.