Em um pronunciamento official da Valve, foi dito que outros quatorze jogos e dois títulos de software foram aprovados no Steam Greenlight. O número de títulos que hoje estão no Steam por conta da aprovação da comunidade agora chega a 127.

Esses títulos foram selecionados através do mesmo critério usado no passado: Votos no Greenlight dá à Valve uma noção de Mercado imensamente valiosa em relação ao interesse da comunidade em conjunto com fatores externos como reviews, investimentos em massa de sucesso, performance em plataformas similiares e prêmios e concursos que ajudam a formar uma imagem mais completa do interesse da comunidade em cada título.

Abaixo estão os últimos títulos avançando pelo Steam Greenlight, tendo a distribuição mundial garantida via Steam:

Os títulos de Software:

Dexster Audio Editor
GraphicEditor openCanvas

Os Jogos:

A Hat in Time
Among the Sleep
BROFORCE
Centration
Chasm
Darkwood
Deadly Premonition: The Director’s Cut
Divekick
Operation Black Mesa
Project Awakened
Recruits
Rekoil
Shelter
StarMade

Assim como as levas anteriores, esses títulos serão lançados independentemente nas semanas ou meses seguintes, conforme eles completam o desenvolvimento e integram com qualquer uma das funções do Steam que as produtoras podem se interessar.

Apesar de não ser o método perfeito, o Steam Greenlight oferece a oportunidade para que desenvolvedores independentes, infelizmente mais marginalizados do que merecem, tenham alguma chance de entrar num mercado dominado por gigantes como a EA games, a Blizzard ou a própria Valve.

O Greenlight acaba criando uma guerra por popularidade e promove jogos que não são tão bons assim, deixando os verdadeiros merecedores para trás por mais tempo que merecem. Algo assim aconteceu com o extinto WarZ, nomeado propositalmente para remeter ao renomado mod de sobrevivência para Arma II chamado Day Z e confundir os usuários do Steam para que o jogo fosse aprovado.

Com o metacritic vergonhoso de 20, seu título foi alterado para Infestation: Survivor Stories e colocado em promoção enquanto as revisões não eram associadas ao jogo. O que nem de longe ajudou na qualidade do título que deixa tudo a desejar.

Em resposta a esse argumento, Tom Bui da Valve declarou que o principal problema da Valve é que eles ainda não podem aprovar todos os jogos que querem. Existem muitas etapas que precisam ocorrer para que um jogo passe no Greenlight, algumas delas envolvendo métodos bem arcaicos. Tom também afirma que eles ainda estão trabalhando muito na ferramenta, mas as mudanças sendo feitas não são exatamente visíveis para aqueles que vêm de fora.

Portanto, apesar do Steam Greenlight estar fazendo progresso em direção a um método ideal para que pequenas empresas iniciem a árdua escalada em direção à popularidade, ainda há muito que precisa ser feito. Pelo menos agora sabemos que há esforço sendo posto nessa tarefa. Apesar dele ainda não é perfeito, você já pode fazer a sua parte procurando por jogos que certamente fariam sucesso na página do Greenlight e votar a favor deles.

Steam Greenlight aprova mais dezessesis títulos

| Notícias |
About The Author
- Estudante de engenharia que tem como principal hobby os jogos de estratégia competitivos e os títulos que são fáceis de entender mas difíceis de dominar. Jogo desde que um computador entrou pela porta da de casa e, apesar de já ter passado pela fase dos consoles da Sony, está claro que o PC é minha preferência insubstituível.