O site change.org está com uma petição para que Grand Theft Auto V, também seja lançado para PC. Para quem não sabe, apesar de ter sido anunciado para novembro desse ano, o jogo só foi confirmado para Playstation 3 e Xbox 360.

A quantidade de entradas no site já passou da marca de 200.000 assinaturas. No momento dessa matéria, a página já conta com 232,467 delas. Este é um número significantemente maior em relação às 150.000 que já existiam no mês de fevereiro ou às 100.000 do mês de novembro de 2012.

Famous

De acordo com o co-fundador da Rockstar Games Dan Houser, uma versão para PC do jogo open-world “é de se considerar”, apesar da empresa não ter mencionado nada sobre o assunto.

A petição diz que é uma “grande vergonha” que GTA V não foi anunciado para PC, especificamente declarando que a comunidade de mods é uma “parte enorme” da jogabilidade no computador. “GTA modificado é uma das coisas mais divertidas que você pode fazer,” de acordo com um trecho da petição.

Uma oferta de emprego da Rockstar Games removida há algum tempo procurava um programador para ajudar a trazer os “últimos títulos” da companhia para o PC. Isso potencialmente incluiria o GTA V.

A versão de seu predecessor, GTA IV, foi lançada para PC cerca de oito meses depois das versões para console que entraram oficialmente no mercado em Abril de 2008. Apesar desse tempo, pode-se dizer que o jogo ficou mal otimizado no computador; os requisitos gráficos são rigorosos até hoje e a diversão imensurável do multiplayer é precedida pela penitência do lobby multiplayer forrado de erros.

Aparentemente a empresa agora conta com os profissionais certos para tornar Grand Theft Auto V um título acessível e aceitável para nossos amados computadores. Basta apenas tirarem a ideia do papel (ou para começar, da cabeça). Se você quer fazer algo sobre, por que não contribui para a tal petição também?

Petição para GTA V no PC já passa das 200.000 assinaturas

| Notícias |
About The Author
- Estudante de engenharia que tem como principal hobby os jogos de estratégia competitivos e os títulos que são fáceis de entender mas difíceis de dominar. Jogo desde que um computador entrou pela porta da de casa e, apesar de já ter passado pela fase dos consoles da Sony, está claro que o PC é minha preferência insubstituível.