Galactic Civilizations III, um dos mais aguardados jogos de estrategia 4X, foi anunciado recentemente pela Stardock, mas o que podemos esperar para o gênero e para a franquia?

Para quem não conhece, Galactic Civilizations é como um Civilization espacial. Um de seus diferenciais é a habilidade de personalizar as naves de seu exército, grande suporte a mods e uma vasta seleção de tecnologias para cada raça.

Como, porém, aprimorar essa fórmula em Galactic Civilizations III? Para descobrirmos isso sentamos com Paul Boyer, Lead designer da Stardock, sobre que virá de novo nessa sequência, confira nossa entrevista.

Sabemos que jogos 4X podem ser um pouco assustadores, o que a equipe tem feito para facilitar o aprendizado de novatos no gênero?

Paul: Nós resolveremos isso de várias maneiras. Primeiro, teremos um cenário tutorial completamente jogável, que ensinará as mecânicas ao jogador por meio de uma partida completa. No modo sandbox, poderemos dar dicas ao jogador em tempo real.

Acima de tudo, estamos nos certificando que a interface responda as dúvidas do jogador antes mesmo que ele as pergunte, principalmente por meio de dicas em relação à o que ele faz no momento

Galactic Civilizations III

Além de novas raças, o que podemos esperar das raças atuais?

Paul: Adicionamos o Iridium, mas o mais interessante é o que estamos desenvolvendo para as atuais. As guerras de Galactic Civilizations II não deixou nenhuma delas ilesas, o que nos dá a oportunidade de alterar suas personalidades.

Isso resulta em mecânicas de jogos mais variadas em relação a cada raça. Nosso objetivo é destacar as sutis diferenças entre elas.

Toda raça tem a sua árvore de tecnologia, o que até então tem sido feito para modifica-las para Galactic Civilizations III?

Paul: Primeiro, temos que ter a certeza que poderemos dar para cada raça a sua própria arvore de tecnologia, talvez até faremos, mas pode ser que isso resulte em várias raças com unidades esteticamente diferentes, mas que servem para o mesmo propósito.

Nossa solução atual, que tem funcionado até então, é que cada raça terá atributos específicos que lhe dará acesso a ramificações da árvore de tecnologias não disponível para as outras raças.

Uma raça pode ter várias ramificações, que resultaria em um estilo de jogo diferente, mas também teriam acesso a todas as tecnologias da arvore de tecnologia-básica.

Outra funcionalidade baseada nisso é permitir com que os jogadores façam suas próprias raças. Isso os dá acesso a nova combinações de tecnologia e resulta em partidas com raças personalizadas que são completamente diferente das raças tradicionais.

Galactic Civilizations III

Em relação ao multiplayer, pode nos falar o que podemos esperar, quantos jogadores suportará?

Paul: Estamos ansiosos pelo multiplayer, nosso objetivo é fazer com que ele tenha a mesma sensação do single-player. Queremos encorajar tanto partidas cooperativas contra a AI como dominações galácticas contra seus amigos.

Ainda não definimos a quantidade máxima de jogadores ainda, adoraríamos colocar o máximo possível, mas sem promessas. A quantidade será definida em o quão divertido o jogo ficará.

E o desenvolvedor de naves? O quão personalizável ele é no momento?

Paul: Temos uma piada interna, que chamamos o desenvolvedor de naves de “Mini Maya”. O que decidimos foi criar o desenvolvedor de naves do nossos sonhos, para que assim pudéssemos criar o que bem entendemos.

Todos os modelos e templates de naves serão feitos com ele, depois ajustados para ser usado pelos jogadores. Temos tantas funcionalidades que temos certeza que alguns jogadores irão desejar usar, por isso colocamos um modo avançado para o pessoal mais hardcore. Não podemos esperar para ver o que as pessoas criarão.

Não queremos, porém, forcar que as pessoas tenham que desenhar suas próprias naves. Eles podem escolher templates e modifica-los, adicionar armas, tirar drives, etc, sem ter que se preocupar com a sua esética.

Galactic Civilizations III

Galactic Civilization III terá suporte a mods?

Galactics Civilization III será bem fácil para ser modificado. Sabemos que nossos fãs gostam de criar mods, então trabalhamos para ter a certeza para que até aquele mais casual no quesito mods possa ter um impacto significante em seu jogo.

Se pode até importar um modelo do Maya ou 3DStudioMAX para o desenvolvedor de naves. Em relação aos dados, quase tudo estará aberto para ser modificado.

Entrevista – Galactic Civilizations III

About The Author
- Colaborador para a EGW e redator para o BABOO. Tento constantemente entender sistemas e relacioná-los às emoções e reações que sentimos nos jogos.