Se você jogou Diablo III e acha que o final é aquele, está redondamente enganado. Algo muito pior que qualquer demônio visto no título e seus predecessores será o vilão principal da nova expansão de Diablo III Reaper of Souls.

O próximo capítulo na saga da franquia agora está revelado. Nele, os jogadores vão explorar novos ambientes e serão forçados a encarar novos inimigos dentro e fora do mundo de Santuário conforme procuram aprender sobre os mistérios de Malthael, o Anjo da Morte.

Para aqueles como eu que já zeraram o jogo em todas as dificuldades, nada impede de continuar jogando com o seu velho herói. Mas junto com a expansão, será lançado uma nova classe: O Crusader.

Diablo III Reaper of Souls

Inspirado no Paladino, trata-se de um guerreiro que vai segurar o tranco graças ao seu escudo. Seu recurso ao invés de mana será o Wrath; com ele será possível conter as ameaças a médio alcance. Para saber mais sobre o Crusader, confira o vídeo abaixo que fala sobre o assunto durante 10 minutos:


Porém, mais importante que as novidades foi a notícia sobre as alterações que serão feitas na mecânica do jogo em Diablo III Reaper of Souls. É importante relembrar que o jogo foi lançado com enormes problemas de balanceamento na última dificuldade, onde os monstros eram muito fortes e quando morriam eles não concediam itens que permitissem aos jogadores alguma chance de enfrenta-los.

Isso fez com que muitos desistissem ou se vissem obrigados a repetir as fases mais fáceis na esperança de conseguir algum equipamento. Caso isso não acontecesse, pelo menos o dinheiro que chegou até o seu bolso no processo poderia ser utilizado para comprar itens encontrados por outros jogadores na Auction House. Alguns impacientes ricos também gastaram centenas de dólares pelos melhores itens no leilão de dinheiro real.

Diablo III Reaper of Souls

Ao que parece, a Blizzard se mexeu e está tomando providências para resolver o problema. Foi anunciado o Loot 2.0, onde os itens vão cair com muito mais facilidade e terão atributos mais condizentes com a classe. Os lendários inclusive farão parte da build escolhida pelos jogadores, pois terão um bônus para habilidades específicas.

Não é só isso, dungeons serão gerados aleatoriamente para evitar que os jogadores passem pelos mesmos lugares de novo e de novo em busca de itens. A duração deles varia de 15 a 20 minutos e tudo será aleatório, os inimigos o chefe e até mesmo o ambiente.

Além disso, o level cap será 70 e as mecânicas de Paragon foram alteradas em Diablo III Reaper of Souls. Seus efeitos agora afetam todos os heróis da conta.

Dessa forma, é válido afirmar que se acendeu uma centelha de esperança até nos mais céticos, como eu. Espero sinceramente que ela não se apague, pois admito ter me divertido muito enquanto não descobri os problemas que me aguardavam na última dificuldade de Diablo III.

Diablo III Reaper of Souls é anunciado

| Notícias |
About The Author
- Estudante de engenharia que tem como principal hobby os jogos de estratégia competitivos e os títulos que são fáceis de entender mas difíceis de dominar. Jogo desde que um computador entrou pela porta da de casa e, apesar de já ter passado pela fase dos consoles da Sony, está claro que o PC é minha preferência insubstituível.