Hellblade

Uma das coisas que eu sinto pouco apreciada em termos gerais são diários de desenvolvimento, ainda mais aqueles que tendem a demonstrar com detalhes o processo. A Ninja Theory e Hellblade: Senua’s Sacrifice, que sai nesta terça para PC e PlayStation 4, é uma dessas empresas. Com o último diário de desenvolvimento lançado nesta segunda-feira (07), a empresa se volta para explicar a fase final de polimento e correção de bugs.

O vídeo de pouco mais de sete minutos demonstra as diferentes engrenagens que compõem os meses finais de desenvolvimento. Com o jogo completo a Ninja Theory se focou no balanceamento de dificuldades, correção de bugs e garantir que ele estivesse polido tanto nos consoles, que requerem certificação anterior ao lançamento, como no PC. Também há um grande foco no feedback recebido por um grupo de pessoas que sofrem de distúrbios mentais, a ideia central do jogo.

Ao contrário do que parece, e muito trailers demonstram, Hellblade coloca o combate em segundo plano e se foca na história da guerreira céltica e como a psicose afeta a sua mente. É uma proposta peculiar e até diria que ousada. Poucas desenvolvedoras conseguiram usar um distúrbio mental para transpor uma ideia ou apontar a necessidade de discussão sobre um assunto.

É nesse ponto que eu espero que Hellblade seja um sucesso. Mais do que a excelente iluminação e texturas. Realmente precisamos de jogos deem atenção e, acima de tudo, tratem com respeito esses problemas.

Veja o diário de desenvolvimento abaixo.

Dev diary de Hellblade detalha etapas finais de polimento

About The Author
- Colaborador para a EGW e redator para o BABOO. Tento constantemente entender sistemas e relacioná-los às emoções e reações que sentimos nos jogos.